Reflexões sobre o mito Lula, criado por Golbery para evitar a vitória de Brizola

Resultado de imagem para lula jovem preso

Ilustração reproduzida do Acre Notícias

Antonio Santos Aquino

Os mal informados ou mal intencionados fingem não saber que a ideologia do PT é baseada no Sindicalismo norte-americano da central AFL-CIO. Esquecem que o PT foi patrocinado pelos militares. Lula desde jovem foi protegido do general Golbery do Coutto e Silva. Tinha como finalidade se contrapor a Leonel Brizola, que depois de 15 anos voltava do exílio. Foi Lula que impediu Brizola de chegar à presidência do Brasil. O crime de Lula e seu partido não é ideológico. Os crimes são de corrupção. O PT, com raríssimas exceções, tornou-se corrupto.

Lula nunca foi de esquerda. Tem livro e gente viva que sabe da trajetória de Lula inclusive o curso de sindicalismo feito em 1972/73 na John Hopkins University. Só saiam do Brasil para cursar com aval dos militares.

BUSH VEIO APOIAR – Na época do mensalão, Bush filho e todo seu governo aqui estiveram e Lula chegou a dar nacos de churrasco na boca do presidente dos EUA. Condoleezza Rice mandou, por intermédio de Dirceu, uma caneta para Hugo Chávez. Isso tudo saiu na mídia.

Perguntem quem é Lula a Almir Pazzianoto, ministro aposentado do Tribunal Superior do Trabalho que ainda está vivo. Perguntem sobre as reuniões para acertar greves que Golbery sabia com antecedência. Perguntem que é Lula a Mário Garnero, ex-representante das montadoras, Perguntem a Sarney, que ainda está vivo, qual a razão de ele e o General Leônidas Pires Gonçalves terem vindo ao Rio de Janeiro em 2002 para avalizar no Clube Militar a eleição iminente de Lula. Duvidam? Perguntem. Mandem um jornalista entrevistá-los.

JANGO INJUSTIÇADO – É preciso registrar fatos históricos que são muitos, sobre a figura política de João Belchior Marques Goulart. Desde os 24 anos quando faleceu o pai Vicente Goulat, rico estancieiro, Jango assumiu o espólio que era muito grande e cheio de dívidas, isso no governo Dutra. Talando as terras do Rio Grande do Sul a cavalo, Jango foi fazendo negócios de compra e venda de gado. Arrendando terras do Exército para invernar até 40.000 cabeças de gado. Pagou todas as dívidas do espólio e ainda sobraram cinco fazendas para cada um dos herdeiros.

Jango sempre foi um homem muito trabalhador e de mãos limpas. Todo dinheiro que ganhou sempre aplicou no Brasil. Nem um tostão aplicou no estrangeiro. Foi de sua ideia que surgiu o acordo binacional entre Brasil e Paraguai para construção da Usina Hidrelétrica de Itaipu, depois construída pelos militares. A Eletrobrás iniciada por Getúlio foi terminada por ele. O décimo terceiro salário que a todo povo beneficia foi ele, Jango, quem assinou. Muito ainda aqui falarei sobre Jango e as injustiças que sofreu.

29 thoughts on “Reflexões sobre o mito Lula, criado por Golbery para evitar a vitória de Brizola

  1. Quanto a criação deste Frankenstein pelo Golbery eu já sabia. Porém, algumas informações acima citadas acima são novas para mim. Todo mito que é criado artificialmente não tem vida longa. Felizmente este cara está sendo desmascarado agora

    • O Sistema podre em dado momento acabou se afunilando entre Lula X Collor, Lula X FHC/Serra/Alckmin, Dilma X Aécio, e agora Haddad X Bolsonaro, um deputado do baixíssimo clero, amicíssimo de Cunha. Será que dá pra contar vitória de um lado ou de outro num contexto desse, com o sistema podre ainda dando as cartas e jogando de mão, com o passado teimando em se fazer presente e futuro ? Quanto ao gado do Jango, numa eleição municipal que monitorei à distância entre um fazendeiro falido do PSDB e um malaco veio do PMDB, ambos da mesma estirpe, alguém veio me informar que estava desconfiado do fazendeiro falido porque ele havia declarado ao IR ser dono de mil cabeças de gado, mas que na verdade não tinha nem dez, antes de ser eleito prefeito. Acabou sendo eleito prefeito, por dois mandatos, a família comprou quase que a cidade inteira, mais fazendas, hotéis, carrões, etc. e tal, com os governos Lula-Dilma mandando dinheiro a rolo para os municípios como nunca antes visto na história municipalista., até devolver 8 aos depois a prefeitura ao PMDB. Até hoje ninguém foi lá conferir se o cara tinha de fato antes as mil cabeças de gado declaradas, conforme informação.

  2. Vocês devem saber para orelhudamente não falarem que Lula é comunista. Ele envolveu-se em corrupção , nunca foi de esquerda. “Estou falando de história”. E por favor não confundam Jango com Lula. Getúlio Jango e Brizola são de outra geração e são Trabalhistas políticos honestissimos. O PT é seguidor da AL-FACIO sindicalismo americano. Aqui não defendo o PT. Vocês é que deviam dizer eu sou tucano, sou bolsonarinho, sou emdebista e não ficarem só destilando ódio sobre qualquer comentário. Esse Blog não para analfabetos políticos. Estudem e voltem.

    • Parabéns, pelo artigo. O sapo barbudo só engana aos floquinhos de neve que nasceram ontem. O restante de seus seguidores é cúmplice na organização criminosa sectária que os corruPTos criaram.

    • Lula pode até não ser comunista, pois sempre pensou em se dar bem, mas a esquerdalha sempre gravitou em torno dele, usufruiu das benesses e se fingiu de boba ante as falcatruas que ocorreram durante 13 anos integrais de governo PT.

  3. Jango foi muito injustiçado. Diziam que era comunista. Sempre foi trabalhista seguidor de Getúlio Vargas. A Maior injustiça feita contra Jango foi ser condenado a um asilo de 10 anos e aproximando-se o final o MDB pela voz de Ulisses Guimarães exigiu dos militares que o asilo fosse aumenta por mais cico anos atingindo Brizola. Jango lamentavelmente morreu no exílio. Brizola mais novo resistiu mais cinco anos. Quando se aproximava os 15 anos o MDB ainda pela voz de Ulisses Guimarães exigia dos militares que na volta Brizola não pudesse concorrer a nenhuma eleição. O presidente Figueredo não concordou. (Isso é história).

  4. Por que será que Cristo disse que ” é mais fácil um camelo passar pelo vão de uma agulha do que um rico se salvar”, hein ? Tem muito rico por ai que é gente boa, são exceções mas existem, não são do tipo que dá com uma mão para mais adiante tirar com as duas.

  5. Francisco Maria Cavalcanti de Oliveira, mais conhecido como Chico de Oliveira é um sociólogo brasileiro e um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores. É dele essa frase: “Infelizmente eu também sou responsável por isso [criação do PT e Lula]. Lula não tem caráter”.

    Para Paulo Amorim, “Moro é o Golbery do Lula”. Outro que falta com a verdade histórica como este artigo de Aquino.

    Lula em Palmeira dos Índios, Alagoas, além da carona no Aerolula, ao ex-presidente Collor, elogiou-o e abraçaram-se. Dois sem caráter.

    Quem criou Lula? A lista é grande, Lula passa por Collor, Renan, passa por Sarney, por Paulo Maluf…

    Em 1980, na Escola Superior de Guerra, o general Golbery do Couto e Silva cita Lula, então membro da elite sindical, alguém sem revanchismo, disse Golbery, voltado mesmo aos sindicatos.

    Lula deu-lhe uma banana e revelou-se quem era e seria, voltado inteiramente para as atividades políticas. Lá se fora o chão da fábrica. Termina seus dias com mais de 12 anos de cadeia, e vem mais.

    Golbery criou o Lula como Moro é o Golbery do Lula é farsa ideológica, mentira esquerdista, falsidade histórica.

    Chico Oliveira, no programa RODA VIVA https://www.youtube.com/watch?v=DDWfKR7nt9g é quem está com a verdade: “Lula não tem caráter”.

    Esse é o Lula que a história conhecerá. Nada a ver com Golbery.

    • O ex-ministro José Dirceu afirmou que a derrota do PT na eleição presidencial não foi apenas “política, mas ideológica”. Ao lançar seu livro de memórias nesta segunda-feira (12/11), ele iniciou sua fala com uma autocrítica: “Muitas vezes nós nos desviamos. Temos que ter a coragem de dizer isso e eu tenho” (link adiante). https://politica.estadao.com.br/noticias/eleicoes,bolsonaro-tem-apoio-e-vai-durar-anos-diz-jose-dirceu,70002605689

      ENTÃO, DIGA O ZÉ na sua tardia disposição de registrar autocrítica em nome próprio ou pelo Partido dos Trabalhadores:

      1. Sobre a neutralidade do PT no Colégio Eleitoral em 1985, culminando com a expulsão de parlamentares que votaram em Tancredo Neves, sob os aplausos de Paulo Maluf (aliado do lulismo anos mais tarde);

      2. Sobre fraudulenta escalada de Lula no segundo turno das eleições de 1989, negando apoio à recontagem dos votos requerida na Justiça Eleitoral por Leonel Brizola, para facilitar a vitória de Fernando Collor;

      3. Sobre o acordo de Lula e Roberto Marinho pelo golpismo contra a gestão Collor, com ambos celebrando o encontro em ataques ao programa de escolas integrais que resultava de parceria administrativa do governo federal com o então governador do Rio de Janeiro, Leonel Brizola;

      4. Sobre a CPI proposta pelo PT na Assembléia gaúcha contra o então governador do Rio Grande do Sul, Alceu Collares, e o endosso ao impeachment contra o governador Brizola proposto pelo PFL no Legislativo fluminense;

      5. Sobre a desastrosa campanha favorável ao Parlamentarismo no plebiscito de 1993, surfando em ondas puxadas pela TV Globo e pelo PSDB, contra a tradição da República Presidencialista que finalmente sai reiterada por ampla maioria do eleitorado brasileiro;

      6. Sobre o apoio à famigerada Lei de Patentes (Lei 9.279/1996), aprovada durante o primeiro mandato de Fernando Henrique Cardoso, que escancarou as portas do país à indústria farmacológica estrangeira;

      7. Sobre a campanha ‘corpo-mole’ de Lula nas eleições presidenciais de 1998, em cooperação com a permanência de FHC no governo consolidada em primeiro turno (“O Lula não faz campanha…”, queixava-se nosso líder e vice na chapa);

      8. Sobre as parcerias com o rentismo desde a entrega do Banco Central para Henrique Meirelles dando a este status de Ministério, ignorando apelos de Brizola (‘colocaram uma raposa pra cuidar do galinheiro’) a quem desdenharam oferecendo a Embaixada no Uruguai;

      9. Sobre o loteamento do poder com entrega de Ministérios ‘com porteiras fechadas’ para legendas políticas aliadas, à exceção do PDT sobre cuja sigla impõem Miro Teixeira como ministro a pedido das Organizações Globo;

      10. Sobre as ações nefastas favoráveis ao clã Sarney no Maranhão, em especial no endosso à cassação do combativo então governador Jackson Lago (PDT) e ao ato de intervenção no PT maranhense sabotando a candidatura do atual governador Flávio Dino (PCdoB);

      11. Sobre a aliança com o MDB escalando Michel Temer na linha da sucessão, como vice da então presidente Dilma Rousseff, fazendo o país desembocar no golpismo de 2016 legitimado com acordos formais posteriores;

      12. Sobre as trapaças contra Ciro Gomes na formulação de alianças para as eleições de 2018, notadamente acordos espúrios pelos estados que levam o PSB à neutralidade culminando com a vitória de Bolsonaro e a derrota das esquerdas.

  6. Prezado Autor, Sr. ANTONIO SANTOS AQUINO.

    Muito informativo seu bom Artigo em relação ao Presidente LULA PT.

    Concordo que o Presidente JOAO GOULART (PTB) foi/é ainda um tanto injustiçado, mas que ele foi um Presidente Agitador e até Provocador não resta a menor dúvida.
    Um Presidente não pode ser Agitador
    Em cima da Revolução Cubana, especialmente depois da Invasão vencida de Playa GIRON, 1961, quando FIDEL CASTRO se declarou abertamente Comunista e assinou acordo com a URSS, falar em Reforma Agrária nos Terrenos mais valorizados da Nação, 15 Km de cada lado do eixo de todas as Estradas Nacionais, rios navegáveis, lagos, açudes, etc, a começar pelas terras mais próximas das grandes Cidades onde estariam os maiores Mercados, sem a prévia indenização em Dinheiro a vista como rezava a Constituição de 46, a Lei dos Aluguéis reduzindo-os em 50pc e obrigando o Proprietário aluga-lo numa Inflação violenta e dificuldade de reajuste e muito menos Despejo, a encampacao das Refinarias de petróleo particulares, etc, etc, e sobretudo incentivando a Indisciplina Militar, perdoando os Marinheiros rebeldes, incentivando os Sargentos a prenderem os Coronéis ( Gorilas ) no qual muitos morreram, etc, isso foi muito provocativo.

    Abração.

    • Jango realmente é um injustiçado, inflou os sargentos a desafiarem os Oficiais. Isto que é um presidente para ser lembrado, incentivando a quebra de hierarquia nos quartéis. Cada uma que me aparece.

  7. Os militares não tomaram o poder devido à ausência de uma anomia político-social que pretextasse tal incursão. Nada disso! Os milicos já haviam percebido, há tempos, que a sociedade civil avançou em conhecimento; ao passo que os fardados retroagiram relativamente. Logo viram que dentro das casernas não dispunham de quadros nem mesmo para gerir uma companhia de limpeza urbana.
    Alguém deve ter assistido a uma reportagem, no fantástico da rede globo, um brigadeiro tomando aula de informática, cuja professora era a sua netinha de 5 aninhos.
    Claro que grande parte desse atraso foi imposto premeditamente pelos governo rotulados de esquerda: falta de investimentos em pessoal, equipamentos, infraestruturas etc., nas forças armadas. Talvez para não criar cobras para devorar os próprios canhoteiros.

    • Paulo III, até prova em contrário, não acredito neste parágrafo: “Alguém deve ter assistido a uma reportagem, no fantástico da rede globo, um brigadeiro tomando aula de informática, cuja professora era a sua netinha de 5 aninhos.”

      Francamente, longe de mim, nem se censor fosse, pedir que você corrigisse o tamanho de uma estupidez como essa.

      De minha parte, se fosse eu o autor, eu juntaria à declaração a fonte.

      Como está é pior do que fake news.

      Será que você não pensou em dizer, ‘criança de 5 anos aprende a fazer brigadeiro em céu de brigadeiro’?

  8. Realmente,Lula,nunca foi comunista. Sim,um oportunista.

    Recebeu o troco EUA,se meteu a ser mediador e porta voz do governo iraniano.

    Lula,quis se passar por um grande estadista.
    fez alguns acordos nada ortodoxos,com,países,
    nada tinha nos oferecer.

    Mas,gota d’água,foi a rotar o pré sal e a independência do Brasil.

    Deu,EUA recriaram 6 frota,colocaram bases no Paraguai,e Colômbia, di quebra,à Colômbia na OTAN.

    Já,afirmei,em textos anteriores,a corrupção que existiu,foi só fachada.

    Pretexto,para por fim à era Lula. Pois,este,já não servia mais,os interesses “americanos”.

    Exemplos,não faltam: Sadan Hussein, Torrijos,Noriega,e outros.

    Nosso caso,Carlos Lacerda,usou,{queria ser presidente},e foi usado pelos Yankees.

    Diga-se de passagem o”corvo”,não tinha escrúpulo.Morreu,decepcionado com os “amigos”militares.

    De outra banda,reconheço,é bom reconhecer as coisas boas,seja q.governo for.
    Carlos Lacerda,foi gd. administrador-Governador.

  9. Sem comentários. Realmente a esquerda não tem corruptos, por isso, o Lula não é da esquerda. Que horror! Cuba e Venezuela também não são regimes de esquerda. Tanto Lula, como Maduro e os Castros gravitam do centro para direita. Que horror!

  10. Bortolotto o teu viés udenista te deforma. Você pelo visto não entendenu nada dos acontecimentos sociais e políticos. Nem dos que viveu nem dos que leu. Tenho simpatia por você, mas politicamente você só deve dar opinião para o sapo cururú, a cobra surucucú pico de jaca e a urutu cruzeiro convidando o Curupira para ouvir a cantilena. Que vergonha o ódio permanesceu na cosnciência desses odiosos udenestas. Eles na cara de pau em um Blog dessa qualidade falseiam a história. Se você passar perto de mim não tenha medo. Não lhe jogarei pedra, mas ponho meu capaceta na cabeça. Vocês udenistas são capazes de tudo.

  11. A história é implacável. Os odiosos, os neófitos, os boçais, e os analfabetos políticos fardados de gendarmes tentam policiar a história. Mas a histórtia é forte e não se deixa intimidar e sempre prevalecerá. Vejam: Maurício de Lacerda (isso a cambada não sabe), fundador do partido Libertador apoiou a Revolução de 1930 e com o triunfo foi nomeado Ministro Plenipotenciário para os Paises do Prata. Em 1932 rompeu com Getúlio e combateru ao Lado dos paulistas. Jango depois de muito relutar recebeu no Uruguai Lacerda que tinha sido o lider civil da revolução de 1954 que o derrubou do poder e o mandou para o exílio de 15 anos e tinha sido alijado do processo político pelos militares. Brizola depois de 15 anos volta ao Brasil e contra tudo e todos elege-se Governador do Rio de Janeiro. Voltando a Maurício de Lacerda. Maurício nunca mais falou com Getúlio, mas no final de sua vida, Getúlio sabendo que estava em dificuldade. Lhe nomeou e aposentou como Procurador do Distrito Federal. Vamos ao Jango no Uruguai: Lacerda foi recebido com fidalguia, depois de conversar com Jango despediu-se dizemdo que ia almoçar. Mas chovia a cântaros e dona Teresa esposa de Jango ofereceu-lhe bifes., Lacerda aceitou. Dona Teresa sem empregada foi para cozinha e fez gostosos bifes com carne de primeira e ovos estalados. Agora é com Brizola: Tomando posse como governador soube que a aposentadoria de dona Letícia viuva de Lacerda estava defasada e imediatamente mandou atualizar. Voltemos a Lacerda que foi preso em Pleno Estado Novo (Getúlio Ditador com fama de mandar torturar todo mundo por Filinto Miler. Lacerda depois de solto diz que nunca foi torturado). Esses são os ferozes trabalhistas que Bortolotto fala. (A história não gosta de inverdades, deturpações e nem de mentiras). Pergunta ingênua: Os udenistas fariam alguma gentilesa aos trabalhistas? Lógico que não, queriam como ainda querem esfolá-los vivos.

  12. Você é um batraquio. De mim podem discordar à vontade. Não pode é discordar da história. Se você é burro porque eu vou inventar que você é uma sumidade? E se você é uma sumidade como vou dizer e inventar que você burro? Mas particularmente falando tem uma pessoa que te conhece e estudou com você. Diz que te chamavam na escola de BM. Não entendi. Fiquei pensando, será que é Bom Moço? Refletindo novamente pensei em outra coisa: Será que é Bunda Mole?

  13. Não, não e não, não é possível que isto seja verdade, e agora como é que fica esta criançada toda alienada nestes anos de pestismo no Poder? Como fazer que os intelectuais leiam isto, vai desmoronar o pouco que tem nos seus cérebros depois do fracasso do poste do 51? Como reagirão os milhões de universitários convencidos da honestidade do 51 e do seu pestismo? Como? Vão acabar com a crença no Papai Noel agora que o Natal está à porta? É muita maldade, só pode ser uma fake news.

  14. Ainda em tempo, quero registrar.
    A história e a vida de Jango e a história de Lula são verdadeiras.
    A história das lideranças do trabalhismo de verdade não podem se misturar e confundir com o PDT das últimas décadas.
    O que estranho é que o PDT tenha apoiado e feito parte dos governos corruptos do PT.
    Fallavena

  15. Ainda em tempo, quero registrar.
    A história e a vida de Jango e a história de Lula são verdadeiras.
    A história das lideranças do trabalhismo de verdade não podem se misturar e confundir com o PDT das últimas décadas.
    O que estranho é que o PDT tenha apoiado e feito parte dos governos corruptos do PT.
    Fallavena (direto de Belém do Pará)

  16. Que coisa lamentável uma criatura ficar ofendendo as pessoas que não concordam com ele. Não é a primeira vez e não será a última. Não podemos cobrar das pessoas o que elas não podem oferecer como civilidade.

  17. Fallavena, em um pais que pratica o pluripartidarismo, é normal que os menores se aliem aos maiores. Pensei que tivesses mais força interior mas és um fraco. Comparar Lupi com Brizola, fundador do PDT? Além do mais não estamos falando em PDT. Você é outro udenista enrustido. Mesmo que não tenhas nascido nessa época, tens inoculado na alma o virus que te atormentará até o fim da vida que espero seja longa para que vivas de decepção em decepção até o último suspiro. Você me deu o prazer de mais uma decepção na vida. Tenho prazer quando erro. Pensei que você fosse uma coisa e é outra muito diferente.

  18. Antonio Santos Aquino faz oportuno resgate considerando a cegueira que tomou conta das cúpulas dirigentes e de seus respectivos núcleos (de)formadores de opinião com suas táticas compartilhadas nas redes sociais, modernamente, pois antes eram instigadas unicamente pela grande imprensa. Há anos acuso desvio ou equívoco que praticam com generalizações, no campo democrático e popular, quando envolvem e tocam as esquerdas em bloco cuja hegemonia é reclamada e de certa forma foi exercida por Lula através do Partido dos Trabalhadores, inflado pelo poder midiático (sendo manchetes nos veículos tradicionais de imprensa motivados por suas posturas dóceis, ou pela política ‘paz e amor’ como o então presidente rotulou no início de seu governo) e político (equilibrando-se nas ondas ou utilizando-se de estruturas públicas e sindicais conquistadas no vácuo de disputas majoritárias premeditadas, aos governos estaduais conjugadas com as presidenciais, umas pra ganhar e outras para perder). A ocorrência de tais generalizações à direita, ou com viés mais conservador, é mera consequência de um jogo que interessa a só dois lados e isto também venho denunciando, o que perdurou no país durante quase vinte anos através da polarização entre PT e PSDB, sendo este na última eleição substituído pelo bloco de Jair Bolsonaro que chega ao poder soprado por ventos das fake news no esgotamento das falsas disputas passadas (sem ‘contiúdo’ econômico, como dizia Leonel Brizola), expressando o surgimento de um ‘novo’ que se revela tão entreguista e oco como os outros. Lamentável nisso tudo é que Brizola nem Ciro Gomes tenham conseguido quebrar o bloqueio, insurgindo-se com ações de governo mais construtivas que tanto poderiam interromper atos entreguistas quanto desenvolver meios efetivamente voltados ao desenvolvimento do Brasil e dos brasileiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *