Sabotagem sem sabotadores?

Carlos Chagas

Explode o primeiro-secretrio Herclito Fortes, denunciando que os mais recentes atos secretos descobertos no Senado, perto de 400, fazem parte de sabotagem destinada a manter acesa a crise na casa. Esto divulgando os escndalos em plulas. J so mais de 800 atos secretos, e outras revelaes viro.

Ora, se existe sabotagem, claro que existiro sabotadores. No parece difcil identific-los, apesar do silncio do senador pelo Piau. Quais os responsveis primrios dessa excrescncia verificada h 14 anos? No mnimo, Agacieis e Zoghbis, que ocuparam cargos de direo no Senado. A eles coube determinar a no publicao de discutveis e at abominveis atos administrativos no Dirio do Congresso. Se estavam obedecendo ordens de presidentes e demais integrantes das sucessivas mesas do Senado, outra histria. Denunciados, os funcionrios talvez denunciem os mandantes, coisa que contribuiria para limpar a imagem parlamentar. O que importa pegar o fio da meada.

Esclarecimento

O reprter recebeu da Chevron a seguinte mensagem:

Em relao ao artigo Briga de Foice em Quarto Escuro, publicado em 10.08.2009, a Chevron esclarece que no participa como operadora em nenhuma concesso na Bacia de Santos, onde esto sendo realizadas perfuraes de poos, por parte de outras empresas, na camada de pr-sal. Portanto, no procede a informao de que teria perfurado um poo, sem nenhum resultado, naquele local. A Chevron atualmente opera o Campo do Frade (que iniciou sua produo em 20 de junho ltimo) na Bacia de Campos e participa como concessionria no-operadora nos Campos de Papa-Terra e Maromba (operados pela Petrobrs), Atlanta e Oliva (operados pela Shell). As) Chevron, assessoria de imprensa, Jacqueline Breitinger.

A novela Telebrs

A deciso da Quarta Cmara Cvel do Tribunal de Justia do Rio de Janeiro, permitindo ao governo poder fazer uso da rede de fibra tica da falida Eletronet, mais um captulo da novela com enredo do ministrio do Planejamento e cenrio montado pelo ministrio das Comunicaes, para levar para onde quiser a banda larga, conforme determinao do presidente Lula. Existem 2 mil localidades no pas sem acesso sequer telefonia, e o desejo do presidente de que todo o territrio nacional seja coberto pelo avano tecnolgico ensejado pelos computadores, incluindo escolas, postos policiais e demais servios pblicos.

Durante mais de dois anos Jorge Motta, atual presidente da Telebrs, antiga holding do sistema e telecomunicaes, tem mantido silncio ensurdecedor sobre a questo. No concedeu entrevistas e nem faz declaraes. Provocado, responde que passarinho na muda no canta.

Baixaria costuma pegar

A exposio das lambanas praticadas no Senado parece sarampo, que pega quando menos se espera. Se quiserem, assemelha-se tambm gripe do porco. A sociedade assiste, estarrecida, a mais nova baixaria nacional, a briga entre duas das grandes redes de televiso. Coisa que faria corar um frade de pedra, se ainda existissem frades de pedra, conforme diziam nossos avs.

A quinta tentativa

S para ficar nos tempos modernos, vale referir que em 1961 o ento presidente Joo Goulart nomeou o deputado Amaral Peixoto como Ministro Extraordinrio da Reforma Administrativa. Depois, no regime militar, Hlio Beltro foi autor do decreto-lei 200. Em seguida, como ministro, atacou o mesmo problema da burocracia da mquina pblica. No prprio governo Lula, no primeiro mandato, outra tentativa se fez para desbastar o cipoal da administrao federal.

No adiantou nada, continuou tudo na mesma. No pegaram as decises e determinaes do poder pblico para simplificar a vida do cidado comum. Surge agora um novo decreto do presidente da Repblica.

S como exemplo, verifica-se que a obrigao da firma reconhecida nos documentos oficiais j foi revogada cinco vezes, e continua obrigao imposta nas reparties e operaes as mais rudimentares. desrespeitada pelos mesmos que acabam com ela.

Outro exemplo dessa desmoralizao da vontade poltica do estado: a gratuidade na expedio de documentos pblicos essenciais para o exerccio da cidadania. proibido cobrar por certides de nascimento, casamento e bito. Mesmo assim, os cartrios continuam cobrando. Ser que desta vez, vamos?

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.