“Samba, agoniza mas não morre, alguém sempre te socorre”, canta Nelson Sargento

Aos 92 anos, Nelson Sargento continua a exibir vitalidade

Nelson Sargente tem a autenticidade e a dignidade do sambista

Paulo Peres
Poemas & Canções

O artista plástico, escritor, cantor e compositor carioca Nelson Mattos foi sargento do Exército, daí o apelido que virou nome artístico. Ele endossa nesta letra a força que o samba tem, apesar de todas as adversidades sofridas desde o seu surgimento, visto que o “Samba Agoniza Mas Não Morre”. Um dos maiores sucessos gravados por Beth Carvalho no LP De Pé No Chão, em 1978, pela RCA Victor.

SAMBA AGONIZA MAS NÃO MORRE
Nelson Sargento

Samba,
Agoniza mas não morre,
Alguém sempre te socorre,
Antes do suspiro derradeiro.

Samba,
Negro, forte, destemido,
Foi duramente perseguido,
Na esquina, no botequim, no terreiro.

Samba,
Inocente, pé-no-chão,
A fidalguia do salão,
Te abraçou, te envolveu,
Mudaram toda a sua estrutura,
Te impuseram outra cultura,
E você nem percebeu.

2 thoughts on ““Samba, agoniza mas não morre, alguém sempre te socorre”, canta Nelson Sargento

  1. 1) Letra bonita, grande compositor.

    2) Licença… mais algumas tentativas de rima…

    3) “Estrofes 19

    Antonio Carlos Rocha

    Meio de soslaio
    E rapidamente
    Abri a portinha
    Da porta da sala.

    Falei mui sério
    Para o tal Sr. Covid
    Tome tenência
    Vá embora,ide

    Você é um mala
    Sem alça, sem alma
    Maldito fazedor
    De tristes caixões

    E está partindo
    Os nossos corações.
    Seu vírus ameba
    Só pensa em verba.”

  2. Em 1954 Nelson já eraum grande sambista e também sargento do Exército. “Neste período creio que tenha sido na revista “Manchete”, saiu o retrato de Nelson com um violãono peito e com a farda de sargento toda desalinhada na Central do Brasil. Parte da imprensa explorou o acontecimento. Não creio que Nelson tenha sido punido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *