“Samba, agoniza mas não morre, alguém sempre te socorre”, cantava Nelson Sargento, Antes do suspiro derradeiro. Samba,

Sambista Nelson Sargento morre, aos 96 anos, vítima da Covid-19 | NSC Total

Nelson morreu vítima da Covid, aos 96 anos

Paulo Peres
Poemas & Canções 

O artista plástico, escritor, cantor e compositor carioca Nelson Mattos (1924-2021) foi sargento do Exército, daí o apelido que virou nome artístico. Ele endossa nesta letra a força que o samba tem, apesar de todas as adversidades sofridas desde o seu surgimento, visto que o “Samba Agoniza Mas Não Morre”. É um dos maiores sucessos gravados por Beth Carvalho no LP De Pé No Chão, em 1978, pela RCA Victor.

SAMBA AGONIZA MAS NÃO MORRE
Nelson Sargento

Samba,
Agoniza mas não morre,
Alguém sempre te socorre,
Antes do suspiro derradeiro.

Samba,
Negro, forte, destemido,
Foi duramente perseguido,
Na esquina, no botequim, no terreiro.

Samba,
Inocente, pé-no-chão,
A fidalguia do salão,
Te abraçou, te envolveu,
Mudaram toda a sua estrutura,
Te impuseram outra cultura
E você nem percebeu.

One thought on ““Samba, agoniza mas não morre, alguém sempre te socorre”, cantava Nelson Sargento, Antes do suspiro derradeiro. Samba,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.