Sarney-Lula: “Salvamos o Senado”

Acreditam mesmo. Acham que bastou um encontro entre eles e está tudo resolvido. As coisas pioram horariamente, antes o desgaste passou de semanal para diário. Agora é medido por um enorme relógio Omega suíço.

Lula, que se mantém intocado nas pesquisas, cedeu à ameaça-intimidação do PMDB, e foi dormir tranquilo. Sarney procurou a família (que é só o que lhe interessa) e comunicou: “Estamos salvos”.

O presidente da Republica, convencido ou convicto de que recuperou a “governabilidade”, começou a preparar a próxima viagem.

Só que os dois (o presidente da República e o ex), estão longe de terem poderes para essa “solução”.

A degradação é tão grande que, juntos, Lula e Sarney não têm dez por cento do cacife necessário.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *