“Se for eleito, tiro o Brasil da ONU”, diz Bolsonaro, assediado pelos jornalistas

Jair Bolsonaro declarou ter certeza de que seria absolvido

Bolsonaro tem enorme capacidade de dizer bobagens

Deu em O Tempo
(Estadão Conteúdo)

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, declarou neste sábado (dia 18) que o Brasil deixará a Organização das Nações Unidas (ONU) caso seja eleito presidente da República.  A afirmação de Bolsonaro foi feita em resposta à pergunta sobre como avaliava a recomendação do Conselho de Direitos Humanos da ONU de que o País permita ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disputar a eleição presidencial.

“Se eu for presidente eu saio da ONU. Não serve pra nada essa instituição”, afirmou Bolsonaro à imprensa, após cerimônia de formatura de cadetes na Academia Militar das Agulhas Negras (Aman) em Resende, no sul fluminense. “Sim, saio fora, não serve pra nada a ONU. É um local de reunião de comunistas e gente que não tem qualquer compromisso com a América do Sul pelo menos”, completou o candidato.

PELO TWITTER – Mais cedo, Bolsonaro já tinha se manifestado sobre o tema em sua conta pessoal no Twitter:

“Há mais ou menos 2 meses falei em entrevista que já teria tirado o Brasil do Conselho da ONU, não só por se posicionarem contra Israel, mas por sempre estarem ao lado de tudo que não presta. Este atual apoio a um corrupto condenado e preso é só mais um exemplo da nossa posição”, escreveu o candidato neste sábado.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Bolsonaro deu várias declarações. Numa delas, escorregou e falou bobagens. Mas fica claro num dos vídeos que se referia a sair do Conselho e não da própria ONU.  (C.N.)

101 thoughts on ““Se for eleito, tiro o Brasil da ONU”, diz Bolsonaro, assediado pelos jornalistas

  1. Das poucas vezes que escrevi que este candidato só fala bravatas e besteiras e que sua candidatura só se sustenta devido a existência de LULA……

    Só recebi críticas, agora está comprovado que estou CERTO.

    • (Ligando o modo IRONIA)

      Cumunistaa !!

      Petistaa !!

      Petralhaa !!

      Mortadelaa !!

      Esquerdopataa !!

      Bolivarianoo !!

      Tá com medo de perder a boquinhaa !!

      (Desligando o modo IRONIA)

    • Está não, moço. O Bolsonaro é o cara que vai mudar o status quo. Os corruptos querem enfraquecer a lava-jato e usar a segunda turma do STF malfalado para manter as mamatas.

  2. Bolsonaro sempre do lado do óbvio. Mostrou que ainda tem brasileiro que quer ser respeitado.

    A ONU hoje é uma organização ideológica.
    Se acha no direito de interferir até em países democráticos.
    Quer ser o governo global.
    Já deu o que tinha de dar.

    • Mário! Ainda não entenderam, ou não querem entender, que a ONU é um instrumento da Nova Ordem e atua em direção ao globalismo. O comunismo é uma ferramenta desse objetivo. Logo, Bolsonaro pensa como Trump em relação a esse organismo. Não é sem sentido que o presidente americano vem apanhando da mídia e da intelectualidade internacional…

    • Bolsonaro ganhou definitivamente meu voto. A ONU, em nosso caso, só serve para nos dar prejuízo. Talvez não precise sair da ONU, mas reduzir em muito nossa representação.
      Digam-me o que ganhamos com a ONU? Nada. Os nossos representantes faturam uma baba em dolares e ao fim o que ganhamos: a intromissão acintosa em nossos negócios.
      Traga todos os brasileiros.

  3. 1) Nas redes sociais só vejo homens elogiando Bolsonaro e outros contra, ainda não vi uma mulher declarando voto ao capitão.

    2) A maioria do eleitorado é feminino. Tenho minhas dúvidas se ele ganha.

    • Que tal fazermos uma manifestação popular para trazer de volta o ladrão que destruiu moral e financeiramente o país?
      Talvez seja isso que alguns brasileiros irrresponsaveis queiram.

      • Concordo, já passou da hora de trazer esse traste de volta só assim vamos saber de verdade se temos povo ou gado neste pais, ai dá pra saber se vou ou fico.
        Tá passando da hora o fratricídio,
        se é pra fuder tudo e começar de novo o tempo urge.

  4. Ciro Nogueira, presidente do partido de Ana Amélia (PP), vice de Alckmin, pede voto para Lula

    Ao lado de Haddad em um palco em Teresina, na capital do Piauí, Ciro Nogueira (PP) disse estar ao lado de Wellington Dias (PT) para que ele devolva a esperança ao povo e destacou que, se depender da população local, o país terá sim Lula “presidente de novo”.

    Ciro Nogueira firmou uma aliança no Estado para tentar se reeleger ao Senado, apoiando a chapa petista encabeçada por Wellington Dias e para a segunda vaga ao Senado o deputado federal pelo MDB Marcelo Castro, que foi ministro da Saúde de Dilma.

    No plano nacional, contudo, o PP fechou apoio a Alckmin e ainda indicou a candidata a vice do tucano, a senadora Ana Amélia (RS).

    “Vamos em frente, é Lula, Haddad, Wellington, Regina, Ciro (Nogueira) e Marcelo, para o bem do Piauí, vamos em frente!”, afirmou o presidente do PP.

    https://goo.gl/Z8GNfD

    Como no PI, o nordeste fecha com Lula

    • Acho que quem deve se internar é gente como você, que se informa por Fake News. Bolsonaro nunca falou de sair da ONU.
      Por isso que eu nunca acredito imediatamente nas asneiras ditas pela nossa imprensa. Basta um boato que o “jornalista” já acusa um candidato de ser idiota, maluco ou coisa pior.

  5. É Antonio Rocha…
    Vc precisa frequentar mais as redes sociais e/ou visitar um oftalmologista ou até quem sabe, limpar o seu óculos petista embaçado.
    Verá que Bolsonaro hj conta com expressivo apoio de homens e mulheres.
    De bem!
    Livres de vermes esquerdistas na mente.

  6. Coitado do Brasil se esse cara foi eleito para presidir o Brasil.

    Esse cara é como a Dilma, só tem um neurônio, e , assim mesmo em estado precário.

    Será que ele está sofrendo de Alzheimer,pois esquece muito das coisas que diz.

    • Se elegemos dilma duas vezes que mau tem eleger o Bolsonaro uma ?????

      Pra um povo que teve duas mulas, uma besta e meia, um vampiro, no desgoverno que mau tem um cavalo, é lucro!!!!

      Já que todos os partidos e todos os políticos estão ai é pra fuder o povo que se fodam todos, o voto vai é pro Bolsonaro.
      PS- não sou o único lunático a pensar assim.

  7. Bem…

    -Creio que o melhor candidato nesse quesito teria sido o SILVIO SANTOS. Ninguém fala melhor ou se apresenta em público e em frente as câmeras tão bem quanto ele. Conseguiria agradar a todos os gêneros e tendências, teria deixado todos os “debatentes” no chinelo e, de sobra, ainda amealharia muitos aplausos dos presentes no auditório, no final da “apresentação teatral”!

    -Até mesmo o COLLOR seria de bom tamanho para falar o que os brasileiros querem e gostam de ouvir. Tanto é verdade que ele se elegerá GOVERNADOR DE ALAGOAS. Uma pena que ele não quis se candidatar à Presidência. Teria suprido uma enorme lacuna existente entre os eleitores brasileiros apreciadores de um candidato que expresse um tom enfático e que TAMBÉM domine um bonito vernáculo politicamente correto – antes da posse.

    Abraços.

  8. Me corrijam se eu estiver enganado: A Suíça e o Vaticano não são membros da ONU, logo não é o fim do mundo não pertencer àquela organização.
    A propósito: Os funcionários “humanitários” da ONU bateram o recorde de ataques sexuais (principalmente contra crianças) nos países do 3º mundo assolados pela guerra e pela miséria. Só isso já um bom motivo pra mandar aquela instituição para o inferno!

    • Ai é que esta o grande divisor de aguas!

      A Suíça pode parecer um paraíso pra uns, enquanto a realidade nos mostra toda a imoral imundice dela perante o resto do Mundo….

      O Vaticano pode ser santo, ter um grande homem a sua frente, mas também pode ser o maior escárnio quanto a desigualdade, perversão sexual e corrupção no planeta Terra.

      Os bolsominions, podem sentir-se extasiados vendo a si ou a um dos seus apertando a mão de um charlatão como Bolzonaldo e até verem nele um mito.
      enquanto protejo os meus a longa distancia deste que consideras mito, pois alí só vejo a praga, sujeira, a falácia, o vérmin…

      Há um ditado, não sei bem, algo que fala do relacionamento entre o prisioneiro e o carrasco:
      Nada melhor que liberdade pra quem ficou preso muito tempo, e o cativeiro pra nortear quem e livre demais, além dos seus próprios limites…

      Intrigante ver gente abduzida ao comportamento de um debilóide que demonstra traços paranóicos de grandeza mais agudos que um Zé Dirceu da vida…

      • André,
        Sabe que cê ta coberto de razão, tanto o Bolsonaro quanto os outros são CHARLATÃES , todos eles, não tem santo ali, tem no máximo o menos pecador, então a de convir que é difícil separar o joio do trigo se só tem joio.
        Então vamos deixar a DEMOCRACIA fazer sua jogada. E será mesmo que é o grande erro ? e quem seria o grande acerto?
        Como incapaz destas certezas vou na sorte Bolsonaro.
        E se der errado?
        Foi só mais um aprendizado entre tantos que já tivemos na historia recente do pais, mais nem mais nem menos só aprendizado, não é assim a DEMOCRACIA?

      • Você acha que as mazelas (se é que existam!) da Suíça e do Vaticano devem-se ao fato de não pertencerem à ONU?!

        Todo mundo fala em mudança mas quando aparece alguém querendo mudar pra valer os covardes partem para o ataque pensando que com isso encobrem seu medo de mudanças.
        Bolsonaro não é nenhum maioral, mas cresce diante da mesmice e da corrupção dos outros.
        A mensagem é essa: o povo brasileiro não aguenta mais
        o anacronismo do esquerdismo, o fascismo politicamente correto e a corrupção.
        Quem vai promover a mudança?
        As múmias esquerdistas? As melancias? Os chuchus? O demagogo de Sobral?
        Bolsonaro é o que temos.

  9. O Brasil é um país democrático e não pode aceitar que a ONU interfira na sua estrutura jurídica, que diga-se de passagem é até lenta demais em condenar criminosos como o Lula.
    Ainda bem que Bolsonaro mostrou que ainda tem brasileiros que se respeitam, ao contrário dos esquerdinhas, claro.

  10. O modo de agir dele mostra a sua total incompetência: como não tem propostas nem entende os problemas, limita-se a chingar, soltar imprecações, colocar a culpa nas vítimas(como fazem os psicopatas). Isso lhe poupa o trabalho de raciocinar e mostra a absoluta falta de vontade de trabalhar.

  11. A nosso ver, o que o Cap. BOLSONARO quiz dizer é que : eleito Presidente, retiraria o Brasil da Agência da ONU , UNHRC (United Nations Human Rights Commission ) com sede em Genebra -Suíça, que aconselha a Assembléia Geral da ONU sobre situações em que os Direitos Humanos são violados.
    E aí sim, a nosso ver também, a UNHRC tem completo viés Esquerdista.
    Abrs.u

    • Exato. Foi isso. Eu vi o vídeo. No fim da fala, ele esclarece que está se referindo ao Conselho de Direitos Humanos que, só por curiosidade, agora é presidido pela Michelle Bachelet, colega de Lula no Foro de São Paulo.

  12. Impressionante a persistência da ignorância humana diante dos fatos reais.

    Mesmo nos debates políticos medíocres, mesmo ali pode-se verificar a incompetência e a burrice desse indivíduo, um bozó. literalmente.

    Mais de duas décadas de desserviço ao Brasil, mamando no erário e aproveitando seu status imoral de constituinte para obter fortuna.

    Não é corrupto? Não!
    Assim como o Alckmin, o Ciro, o Alvaro, o Meirelles!
    Assim como Fernando Collor de Mello não era corrupto!
    Assim como Lula! Assim como a bolada Dilma!
    Assim como os respeitados togados do STF!
    Todos que, como Bolzonaldio, passam amiúde indetectáveis, desmoralizam quem os acusam, utilizam-se do privilegio da Rede Globo prestar-lhes um serviço subliminar de tê-los desmentindo suas bandidagens no mesmo momento em que as denuncias vão ao ar….

    Será mesmo que tem quem acredite e veja nele o melhor? Ainda tem gente vidrada em novela?
    Francisco Cuoco? Ronnie Von?Luciano Huck?
    Borsonaldo?

    Vamos lá, bandoleira orde de seguidores desse encefaloide que quer conhecer a lama!
    Brasil, com essas urnas, vais mostrar a sua cara?

  13. Os organizadores dos debates deveriam cobrar assuntos importantes para o país(desemprego, violência, salário, previdência, pobreza) e discutir com os candidatos as respostas. Porque os candidatos falam qualquer besteira e fica por isso mesmo – e ficamos sem saber se têm alguma proposta aproveitável.

  14. Pra nada serve a ONU no tocante ao Brasil. Morrem mais pessoas aqui assassinadas do que em guerras, e o que faz a ONU quanto a isso? Nada, nem aqui e em lugar nenhum. Só aparecem depois de muito tarde. O que fez a ONU em relação a milhares de pessoas que morrem fugindo regimes autoritários? Nada.

  15. Somente a título de curiosidade, já que o assunto é a ONU:

    “O Brasil possui milhões de cidadãos de bem. São patriotas, que lamentam a ineficiência da cúpula jurídica, em um país esfacelado pela corrupção. Por conta dessa inépcia, o PT, partido que chefiou o assalto ao país, durante os últimos 14 anos, comandou mais uma manobra impatriótica e ridícula.

    Escorado na cumplicidade de um comitê da ONU (organismo desacreditado do cenário internacional), conseguiu um parecer sobre o líder da quadrilha, em flagrante desrespeito à soberania nacional.

    Tal tipo de intromissão só atinge países que não se dão ao respeito e onde as instituições estão comprometidas. Claro que o Brasil vai reagir à inoportuna recomendação, porém milhões de brasileiros e brasileiras honestos, esperam que V. Exas. estejam, como nós, envergonhados(as).
    E que, por meio de atos céleres e saneadores, preservem o Brasil de novos constrangimentos.
    A corda está esticando. ”

    General-de-Exército Augusto Heleno, 187 de agosto de 2018.

  16. Prezado Vicente,

    -Não vi o vídeo, por isso “fui na onda”…
    -Hoje é dia, com tantos ativistas políticos atuando somente pelo dinheiro, é sempre bom procurarmos, diretamente, a fonte da informação.
    -E isso não vale só para o “canela de palmito” não. Vale para todos os demais candidatos.

    Aqui tem o vídeo de apenas 39 segundos, onde ele diz, claramente, que tiraria o Brasil não da ONU, mas do Conselho de Direitos Humanos na ONU, tal qual o Trump já teria feito, segundo ele.

    https://www.youtube.com/watch?v=YF9Topjo96g

    -Portanto, o título da matéria em questão e que originou estes comentários está incompleto.
    -E o mestre Bortolotto estava certo. Mais uma vez.

    Abraços.

  17. “Se eu for presidente eu saio da ONU. Não serve pra nada essa instituição”, afirmou Bolsonaro.
    Esquerda vai à loucura. Ele foi curto e grosso ou grosso e curto, não importa. Organismo que não presta pra nada. Olhem a África, a Palestina, a Síria. Mandamos gente pra lá ganhando em dólares e na verdade, aquilo está totalmente desmoralizado. Até o “Sapo Barbudo” estava armando para presidir, mas teve dificuldade em soltar a língua a tempo.

  18. Como antenado que é, Bolsonaro deve tratar das pautas no próximo debate:

    1. FHC e a defesa de uma aliança de esquerda entre o PSDB e PT no segundo turno. O PSDB vinha tentando se passar por direita, coisa que nunca foi e FHC é membro participante do Foro de São Paulo. A máscara deles caiu.

    2. Retirada do Brasil da ONU. O Brasil gasta bilhões com uma organização que não esta nem aí para os interesses brasileiros e só beneficia governos totalitários. Recomendar a soltura do criminoso condenado Luís Inácio Lula da Silva foi o fim da picada, um escárnio. Nada fazem contra para resolver o problema da Venezuela, Nicaraguá, Síria e outras nações em graves crises. A população brasileira apoia esse posicionamento.

    3. Abertura das fronteiras brasileiras. Essa lei de Aluísio Nunes, PSDBista esta transtornando o Brasil. O que esta acontecendo neste fim de semana em Paraíma Roraíma é só um aperitivo da bomba que vai explodir a qualquer momento. Bolsonaro é o único candidato que vem advertindo sobre o que poderia acontecer e infelizmente aconteceu. Bandos de venezuelanos estão invadindo, propriedades, espancando brasileiros, roubando seus pertences, estuprando e as autoridades brasileiras nada fazem, a população se revoltou e esta expulsando os venezuelanos e queimando seus acampamentos. Irresponsabilidade do Senador Aluísio Nunes, o motorista de Marighela, PSDB. Do Presidente Michel temer pela omissão e covardia. Da Ministra Rosa Weber que ordenou a abertura das fronteiras brasileiras depois que um juiz de instância inferior mandou fechar a fronteira. Bolsonaro tem que dizer, se for Presidente, que enviará a as Forças Armadas para a Venezuela remover Maduro do poder. Assim os venezuelanos poderão retornar para suas casas e reconstruir o seu país. Será o melhor para os brasileiros e a maioria da população e a grande maioria dos brasileiros se alinharão a esse discurso. Logicamente que a imprensa canhota brasileira e os esquedopatas serão contrários a tudo isso.

    BOLSONARO 17


    • MENTIRA!!!!

      Bolsonaldio não é antenado, é bitolado!
      Ficou provado nos debates ate agora que e um desmiolado, desqualificado que precisa escrever cola pra lembrar-se do que perguntar!

      Como é fácil criar Fake News quando não se tem escrúpulos …..

      (heheheh!)

  19. No segundo debate à Presidência, Bolsonaro alcançou 79 milhões de interações nas redes sociais, diz RedeTV
    Conexão Política
    Autor: Raul Holderf Nascimento

    O segundo debate dos candidatos à Presidência da República, realizado nesta sexta-feira, 17, pela Rede TV movimentou as redes sociais.

    Segundo dados oficiais da emissora, Jair Bolsonaro alcançou mais de 10 milhões de pessoas, no qual comentavam sobre sua participação na sabatina e gerou 79 milhões de interações.

    Ainda segundo os números, 55% dos comentários partiam do público masculino, enquanto 45% eram mulheres. A idade média dos participantes variou entre 25 e 35 anos.

    Registrando 23,9% das intenções de voto, Bolsonaro é o favorito das eleições 2018.

  20. RedeTV retirou púlpito vazio de Lula por exigência de Bolsonaro
    O Antagonista

    O púlpito vazio de Lula foi retirado pela RedeTV, após protesto de Jair Bolsonaro, que ameaçou não participar do debate.

    A emissora consultou os demais concorrentes, que concordaram, segundo Igor Gadelha, da Crusoé.

  21. “A capacidade de Bolsonaro dizer bobagens realmente é incomensurável. E ainda há quem acredite que ele passou em primeiro lugar no concurso da AMAN (Academia Militar das Agulhas Negras)”

    Quem fez a afirmação fui eu. É o que esta em seu currículo, Bolsonaro foi o formando “01” da turma. Acho que um pesquisa rápida no Google tirará a sua dúvida. Tem vários sites na internet que afirmam a mesma coisa. No mais é apenas despeito de sua parte.

  22. Depois da Riachuelo, Centauro, agora é a Havan que declara apoio a Bolsonaro:

    ELEIÇÕES 2018: Dono das lojas HAVAN declara apoio à Jair Messias Bolsonaro
    Abre Olho Navegantes

    O empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, manifestou seu apoio ao candidato Jair Bolsonaro em um vídeo transmitido ao vivo pelo Facebook. Na descrição do vídeo, Hang incluiu “Para mudar o país, Jair Messias Bolsonaro Presidente.”

    “Mudança é a palavra de ordem. Estou confiante em dizer para vocês que meu candidato nessas eleições é o Jair Messias Bolsonaro”, afirmou, por meio das redes sociais. “Precisamos de pessoas com a ideologia certa, honestas e com coragem de fazer tudo o que o Brasil precisa”, acrescentou.

    No inicio do ano, Hang chegou a cogitar concorrer as eleições de outubro, mas acabou não se filiando em nenhum partido.

      • Brasil 247

        Está crescendo o número de empresários que aderem à candidatura de Jair Bolsonaro à Presidência e, com isso, abraçam a via da alternativa fascista no Brasil. O último empresário de maior expressão a aderir publicamente foi Sebastião Bomfim, dono da cadeia de lojas de artigos esportivos Centauro, uma das maiores redes varejistas do país. Ele une-se a Flávio Rocha, da Riachuelo, que desistiu de sua candidatura e agora apoia Bolsonaro e a Salim Mattar (Localiza), Meyer Nigri (construtora Tecnisa), Fabio Wajngarten (Controle da Concorrência) e ao ruralista Luiz Antonio Nabhan Garcia, presidente da UDR.

  23. Kaká marca encontro com Jair Bolsonaro
    Ex-jogador e candidato à presidência vão se encontrar em breve
    Por Mauricio Lima
    Radar Veja.com

    Evangélico e conservador, o ex-jogador Kaká pediu para se encontrar com o candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL).

    Bolsonaro vem conquistando apoio de atletas e celebridades, incluindo o lutador do UFC José Aldo e o cantor Gusttavo Lima.

    Kaká e Bolsonaro devem se reunir em breve.

  24. O editor já cansou de pedir para não postarem comentários longos mas alguns idiotas teimam em ser recalcitrantes.
    Só podia ser eleitor do boçal!!

  25. O povo, mais especificamente a banda discernente dele -aliás encarregada do esclarecimento dos excluídos e desertora disso-, tem o sistema legal imundo que merece, havendo, como se já não bastasse haver sido feito sob medida para os interesses canalhas, ficado ainda mais comprometido internacionalmente com as injunções de FHC.

    Houvesse moral e sistema mais dignos e a ONU -lacaia da NWO- não teria o atrevimento de meter-se em nossos assuntos constitucionalmente particulares.

    Mas, já que ainda inexecutado porque desertado o claro dever de intervir do 142, o jeito é a inteligência se virar como pode.

    Problema é que, pelo jeito, tá é faltando inteligência, e muita, nos em posição de defenderem os interesses do povo -haja vista a escolha da opção capitão concorrente em vez da interventiva decisiva.

    As incursões do ser em foco pelo Brasil, e sua maciça rejeição de pelo menos 95% do eleitorado -documentado e filmado porque a mídia não sei por que deu esse mole-, à média e até pouca inteligência estão a demonstrar o risco nenhum de possibilidade de sua eleição -com hackeação bloqueada-, pelo que essa recusa tola de deixá-lo comparecer a debates (isso naturalmente em videoconferência na cadeia) etc.só faz o jogo dele e de seus comparsas, às custas da otariada que resiste -fora talvez uns tantos que o façam participando dessa armação vermelha.

    Daí porque, também, muito melhor seria -e ainda pode ser- a intervenção do 142, para remover-se de uma só varrida toda a imundície, e instituir-se a quatro mãos dignas e hábeis um novo sistema nosso.

  26. *ANALISE COM FRIEZA*
    (Por Walter Lirola Junior)
    O pré-candidato Jair Bolsonaro pode ser perfeitamente definido como um fenômeno político extraordinário.
    Aclamado como mito por milhões de eleitores, o deputado tem sido alvo de críticas de 10 em cada dez veículos de comunicação e formadores de opinião.
    Jornalistas, artistas e políticos se desdobram para construir narrativas e críticas contra o parlamentar.
    Diante da dificuldade em apontar defeitos ou ilações, acabam apelando justamente contra suas qualidades.
    Neste momento da corrida eleitoral, é perfeitamente cabível afirmar que o candidato, que desponta como favorito para as eleições de 2018, é o único candidato que se fez sozinho, sem contar com a estrutura de grandes partidos ou o apoio de grupos empresariais.
    O que deixa seus rivais ainda mais enfurecidos é que Bolsonaro não tem nem marqueteiro, patrocinador ou militância de partido.
    O deputado é recebido por multidões em praticamente todos as regiões do país e saudado por milhares de pessoas, em manifestações genuínas e espontâneas de apoio à sua candidatura.
    Tecnicamente, Bolsonaro reúne mais condições de governar o país que a maioria de seus adversários.
    Ainda que não fosse este fenômeno de popularidade, o deputado possui experiência na Câmara dos Deputados, está familiarizado com os problemas do país e possui boas relações com a maioria dos colegas.
    Aos 62 anos, o militar da reserva cumpre seu sexto mandato na Câmara dos Deputados sem ter enfrentado nenhuma denúncia de envolvimento em esquemas de corrupção ou recebimento de vantagens indevidas.
    Seu histórico como parlamentar representa uma grande vantagem competitiva frente aos demais adversários.
    Bolsonaro é um bicho do Congresso e fala a mesma língua de seus pares, ao contrário dos alienígenas fabricados pela imprensa e por grupos econômicos que costuma descer de pára-quedas a cada eleição presidencial.
    Para governar um país como o Brasil, é mais recomendável que o candidato tenha experiência política do que popularidade.
    Bolsonaro reúne estas duas qualidades.
    O pré-candidato costuma ser desafiado por jornalistas sobre seus conhecimentos sobre economia, como se os demais concorrentes fossem verdadeiros especialistas na área.
    Bolsonaro devolve e pergunta se ele precisa ser também o senhor da saúde, da educação e agricultura.
    Na verdade, um candidato precisa conhecer os problemas do país em linhas gerais e saber escolher os ministros responsáveis por cada área.
    É assim que funciona com os demais pré-candidatos, mas quando se trata de Bolsonaro, a imprensa sempre tenta exigir um pouco mais.
    Todos sabem que o “mito” pode convocar não apenas um ministro para cada pasta, como também uma equipe inteira de especialistas familiarizados com as questões mais urgentes para o país.
    Cabe ao presidente e sua equipe apontar as diretrizes, com base nas circunstâncias e desafios de cada área.
    Sob o ponto de vista político, Bolsonaro é muito melhor qualificado que a maioria de seus adversários.
    Praticamente todos eles estão distantes de Brasília fazendo campanhas, enquanto Bolsonaro está lá há mais de 20 anos fazendo política e convivendo intensamente com os problemas reais do país.
    Sabe quem é quem no Congresso.
    Esta peculiaridade é pouco observada pela população na hora de escolher seu candidato.
    A experiência com o presidente Michel Temer é um bom exemplo da importância da vivência política intensa como requisito fundamental para um bom governo.
    Apesar de seus baixos índices de popularidade, Temer conhece cada parlamentar pelo nome, sobrenome e histórico de vida.
    Esta característica o tem ajudado a aprovar medidas importantes para o país.
    Alienígenas como Collor, FHC, Lula e Dilma não tiveram a mesma facilidade de se comunicar com os bichos do Congresso.
    Os três últimos precisaram justamente de Temer para aprovar seus projetos de maior visibilidade.
    Bolsonaro anda pelas ruas sem segurança, é saudado por muitos e raramente é desafiado por detratores, que temem sua língua afiada e capacidade de responder com extrema rapidez e eficácia as críticas de que é alvo.
    Mesmo que vez por outra crie polêmicas, costuma ser fiel às suas convicções.
    Assim como os demais pré-candidatos, Jair Bolsonaro é um brasileiro apto a disputar a Presidência dentro das regras democráticas em vigor no país.
    Em um ambiente de civilidade, maturidade e responsabilidade, Bolsonaro merece o respeito de cada brasileiro, sobretudo dos meios de comunicação.
    Seria mais proveitoso para todos deixar de enxergá-lo com os olhos do fígado.
    Como político, Bolsonaro é mais digno de ser candidato que a maioria de seus eventuais adversários.
    O papel da imprensa neste caso seria prestar mais atenção em suas propostas e permitir que os brasileiros possam tirar suas próprias conclusões.
    Bolsonaro não é um criminoso condenado.
    Por mais que isso não agrade aos políticos, ao sistema viciado e os grupos dominantes que sempre tiveram grande influência no processo sucessório do país, Bolsonaro conseguiu sozinho um feito inédito ao se projetar como um dos favoritos para vencer as eleições de 2018.
    É um mérito ter conseguido captar o sentimento de boa parte de uma nação.
    Não se trata de um feito singelo.
    Bolsonaro teve sensibilidade de perceber que podia representar os anseios de milhões de brasileiros.
    Sem marqueteiro, sem dinheiro e sem partido.
    Fez jus ao apelido de “Mito”.

  27. Sim. Do Conselho de Direitos Humanos na ONU.
    JAIR BOLSONARO DECLARA QUE IRÁ RETIRAR O BRASIL DA ONU. O QUE A DECLARAÇÃO DO PRESIDENCIÁVEL SIGNIFICA NA PRÁTICA?
    Líder das pesquisas, o candidato do PSL declarou que retirará o Brasil da Organização das Nações Unidas, caso seja eleito.
    1. Anunciar a retirada do Brasil da ONU, como fez Bolsonaro, pode parecer temerário a alguns e agradável a outros, mas concretamente é apenas um bom ponto de partida do qual se negociará a diminuição da interferência das agências, conselhos e comitês do Sistema ONU em nosso país.
    2. Há muito tempo, como ilustra o caso recente de Bachelet, as OIs são aparelhadas por políticos de esquerda que perderam disputas eleitorais e que, sem recursos para levar sua agenda adiante, instrumentalizam essas OIs, valendo-se do verniz de autoridade que elas ainda carregam.
    3. Agências da ONU, como a UNESCO e a OMS, e programas como o PNUD, são assim instrumentalizados p/ estabelecer critérios que determinarão se a educação, a saúde e a qualidade de vida serão consideradas boas ou ruins — empurrando no pacote vários itens da agenda progressista.
    4. Com isso, temos um duplo problema: de um lado, ajudamos a financiar organizações aparelhadas para promover interesses que não coincidem com o interesse nacional; de outro, vemos administradores públicos tomando, acriticanente, esses critérios como metas a serem perseguidas.
    5. Assim, escolas brasileiras tentam se enquadrar no Padrão Unesco, todo permeado de engenharia social e de coisas como a ideologia de gênero; hospitais brasileiros tentam se enquadrar no Padrão OMS, que, dentre outras coisas, inclui a legalização do aborto… e assim por diante.
    6. Do mesmo modo, não há administração pública no país que não se deixe contaminar pelos critérios estabelecidos pelo ECOSOC e pelo PNUD, medindo os avanços e retrocessos dos governos de acordo com os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio e, mais recentemente, da Agenda 2030.
    7. O establishment acadêmico, midiático e político colhe todos os seus diagnósticos e todas as suas idéias e propostas desse repertório, que, apresentando-se como neutro e recobrindo-se de um verniz de autoridade, empurra a agenda progressista sem ser contestado.
    8. Por isso, é muito bem-vinda a discussão iniciada por Bolsonaro, que abre um diálogo sobre um problema ignorado e deixado de lado, mas que nos afeta diretamente; também é positivo que se parta do ponto de partida proposto por ele, ampliando bastante nosso poder de barganha.
    9. Provavelmente, o desfecho dessa negociação não será a saída completa da ONU, mas a saída de agências, conselhos e comitês ideologicamente aparelhados, acompanhado de um afastamento de certos regimes internacionais, bem como da pressão para que se reforme esses órgãos internos.
    Talquei?
    Por: Filipe G. Martins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *