Trem Bala

Edson Khair

A mais recente bandalheira que o governo Lula arma contra o bolso do contribuinte é o novo orçamento anunciado para implantação do trem  bala ligando o Rio a São Paulo, previsto para custar 17 bilhões de reais no ano passado, hoje já teve seu orçamento duplicado chegando aos 34 bilhões de reais, O governador Sergio Cabral também está entusiasmado com tal botim.Não é para menos, afinal enfrentará no próximo ano eleições.Eleições no Brasil são um torneio de quem dá mais. Assim, o leilão do trem bala, fará a festa das empreiteiras e seus candidatos.

Getúlio Vargas chefiando a revolução de 1930 chegou ao Rio de trem. Poderia ir até a Bahia. Hoje não se vai de trem sequer à São Paulo.Seria melhor, para economia nacional e real integração do país o governo iniciar a reconstrução da malha ferroviária liquidada a partir da década de 60. A extinção da malha ferroviária em favor do transporte rodoviário começou no governo J.K e terminou liquidada pelos sucessivos governos militares. A tal calamidade pode juntar-se a liquidação total da navegação de cabotagem que cobria o continental litoral brasileiro, do Amazonas ao Rio Grande do Sul.

Este crime contra a economia e soberania do Brasil, é creditado somente à ditadura militar. Especificamente ao ministro dos transportes Mário Andreazza nos governos dos generais Médici e Geisel quando extinguiu a companhia de navegação do Lóide.  Tal  tarefa talvez seja até mais econômica que o milionário trem bala. Porque não começarmos pelo estabelecimento das linhas Rio –  São Paulo (trem prata) e Rio – Belo Horizonte? Mas infelizmente estamos no Brasil de Sarney e Lula e não de Jarbas Vasconcelos, Pedro Simon ou Cristovam Buarque.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *