TRF-4 condiciona redução da pena de Dirceu à devolução do dinheiro, com juros

Imagem relacionada

José Dirceu ficou rico numa velocidade impressionante

Deu em O Tempo
(Agência Estado)

Ao negar o último apelo do ex-ministro José Dirceu contra condenação a 30 anos e 9 meses na Operação Lava Jato, desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região mantiveram a possibilidade de progressão do regime fechado condicionada à reparação do dano causado aos cofres da Petrobras O petista foi sentenciado por supostas propinas de R$ 15 milhões.

Imóveis e valores avaliados inicialmente em R$ 11 milhões já foram bloqueados em primeira instância. De acordo com a sentença de Moro, os valores vão se reverter em favor da Petrobras.

UMA PENA LONGA – O petista está começando a cumprir a pena de 30 anos, nove meses e dez dias por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e pertinência à organização criminosa por envolvimento no esquema de corrupção da Petrobras.

A denúncia acusou Dirceu de receber parte das propinas da empreiteira Engevix à Diretoria de Serviços da Petrobras entre 2005 e 2014. O ex-ministro teria lavado R$ 10,2 milhões, rastreados pelas investigações. No entanto, foi condenado em primeira instância sob a acusação de receber R$ 15 milhões em propinas.

Quando confirmou a condenação de Dirceu, em setembro de 2017, o TRF-4 determinou que fique mantida a fixação do valor mínimo para a reparação do dano, no quantum estabelecido em sentença, sem acumulação com a decretação do perdimento, em favor da União, do produto dos delitos. “Preservada a reparação do dano como condição para a progressão de regime aos réus condenados por corrupção ativa e passiva. Precedente do STF”, diz o acórdão.

JUROS DE MORA – A decisão ainda prevê que sejam ‘devidos juros de mora no valor mínimo para a reparação do dano a partir de cada evento danoso (Súmula 54 do STJ), na proporção da taxa que estiver em vigor para a mora do pagamento de impostos devidos à Fazenda Nacional, nos termos do art. 398 c/c art. 406 do Código Civil, a partir dos pagamentos efetuados pela vítima em favor das contratadas’.

A defesa do petista apontou, em seu último apelo contra a sentença, omissões a respeito da reparação do dano. No entanto, o TRF-4 não mudou seu posicionamento.

“Não se conhece da porção dos embargos infringentes e de nulidade que reclama o afastamento da reparação do dano como condição para a progressão de regime de cumprimento da pena, na forma do art. 33, § 4º, do Código Penal, porque, no ponto, ausente a divergência entre julgadores”, diz o acórdão, publicado nesta quinta, 17.

DIZ A LEI – O quarto parágrafo do artigo 33 do código penal prevê que o ‘condenado por crime contra a administração pública terá a progressão de regime do cumprimento da pena condicionada à reparação do dano que causou, ou à devolução do produto do ilícito praticado, com os acréscimos legais’.

Ao sentenciar Dirceu, o juiz federal Sérgio Moro ainda impôs 150 dias multa para os crimes de corrupção, 140 dias multa para lavagem de dinheiro e 150 dias multa para organização criminosa.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGO enriquecimento ilícito de Dirceu, que agora é gasto para pagar advogados, vai servir para reduzir a pena dele. Daqui a pouco, ele fica doente e moribundo, igual a José Genoíno, Paulo Maluf e Jorge Picciani, seu grande amigo Dias Toffoli fica com peninha dele e manda que volte a cumprir pena domiciliar, com direito a pagode no fim de semana e tudo o mais.  Se começar a usar fralda geriátrica, como Maluf e Picciani, a libertação fica ainda mais facilitada. (C.N.)

10 thoughts on “TRF-4 condiciona redução da pena de Dirceu à devolução do dinheiro, com juros

  1. Dando uma “forcinha vivianica”:

    “Chamando TODOS os remanescentes petistas “fanático-partidarios” que estejam ou nao na lista dos milhoes de desempregados, que tenham ou nao caido da classe C para D,E,F,G,H….

    Tragam suas carteiras! Contribuam! Vamos levantar a grana para o Ze!
    Não sejam reacionários! DOEM! Doem e doem !
    Vamos desmontar o golpe!!!”

    PS: E o Zeca e a família do Zé Dirceu , só no ‘malt whiskey’, assistindo a esses aloprados…

  2. Se os larápios devolvessem absolutamente todo o produto do assalto aos cofres públicos poderiam, por mim, ser mandados, para casa, mas devidamente monitorados, por o impulso pelo saque neles é compulsivo.

  3. nos eua figuras como dirceu,picciani,maluf entre outros bandidos ficariam apenas com a roupa do corpo.mais aqui na banana republic basta simular uma doença, que aparece um juiz garantista para mandar os pilantras para as suas mansões.

  4. Reduzir a pena de quem já está depenado?
    Talvez o pobrezinho Dirceu ainda tenha parte dessa grana, em nome de laranjas. Donde ele vai tirar dinheiro para comprar o abatimento de sua sentença, somado ao juro?

  5. -Perfeito! Não é preciso prender corrupto. Basta ele devolver o que roubou com juros (do cartão de crédito) e correção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *