Vitória da terceira via depende de Ciro e Moro aceitarem a proposta de coalizão feita por Doria

Por que Ciro e Moro não têm chance - Blog da Cidadania

Fotomontagem reproduzida do Blog da Cidadania

Carlos Newton

Em oportuna entrevista a Marlen Couto, de O Globo, o experiente Pedro Simon mostra que está em plena forma e faz uma análise brilhante do momento político que o Brasil atravessa. Aos 91 anos, senador por mais de três décadas, Simon se diz “angustiado” com a “radicalização” no cenário eleitoral, representada pelas candidaturas do presidente Jair Bolsonaro e do ex-presidente Lula da Silva

O ex-parlamentar salienta que estamos em uma época cruel. “Já vivemos uma ditadura, na qual a imprensa não podia se manifestar. Hoje, é o contrário: há tanta informação e desinformação, uma avalanche de ideias e propostas controvertidas, que ficamos incapazes de saber o que fazer. Os que têm bom senso precisam estar presentes. Não é possível a maioria ficar silenciosa”.

TERCEIRA VIA – Pedro Simon acha difícil que se consiga uma articulação para garantir a unidade da chamada terceira via, campo que reúne partidos de centro e centro-esquerda e se coloca como alternativa à polarização.

Realmente, não será nada fácil armar a unidade da terceira via, se o PDT insistir em boicotar essa articulação, na esperança de que Ciro Gomes consiga chegar aos 15% almejados para se tornar o candidato alternativo. Lembremos que no primeiro turno de 2018 Ciro teve 12,47%, mas agora não consegue chegar a 10%.

Com a entrada de Sérgio Moro na disputa, Ciro deve perder bastante votos, mas continua no páreo, devido à atual divisão entre nove candidatos alternativos.  A persistir esse cenário, nada indica que se consiga derrotar os dois favoritos, Lula e Bolsonaro.

ÚNICA SAÍDA – Só existe uma saída, já proposta pelo tucano João Doria. Todos os nove candidatos alternativos precisam assumir o compromisso de apoiar aquele que estiver em melhor situação nas pesquisas em março, antes do prazo de desincompatibilização. Se isso acontecer, haverá uma coalizão tão forte que realmente poderá chegar ao segundo turno e acabar vencendo a eleição.

Motivo: num segundo turno contra Lula, o candidato da terceira via está destinado a receber a maioria dos votos de Bolsonaro. Da mesma forma, num segundo turno contra Bolsonaro, a terceira via levará a maior parte dos votos dados a Lula no primeiro turno. Portanto, poderá conseguir maioria absoluta dos votos válidos.  

###
P.S. –
Em tradução simultânea da entrevista de Simon, devemos reafirmar que a vitória da terceira via depende da compreensão do PDT, que reluta em assumir o compromisso de apoiar outra candidato alternativo que estiver à sua frente nas pesquisas, e também da adesão de Sérgio Moro, que precisa dizer se concorda com a sensata proposta de Dória, que revela amadurecimento político e desprendimento pessoal. Bem, sste é o quadro da política, no momento. (C.N.)

18 thoughts on “Vitória da terceira via depende de Ciro e Moro aceitarem a proposta de coalizão feita por Doria

  1. Coalizão entre traíras!?
    Dória já traiu quantos dentro do PSDB?
    Ciro, amigão do PT, pensando em ser vice ou indicado pelo PT qdo Lula estava preso. Além de traíra, um oportunista.
    Moro!? Ah coitado, mais sujo que pau de galinheiro. O espertalhão se deu mal ao antecipar a cobrança da fatura. Foi amplamente desmascarado.
    Neste ponto Bolsonaro apesar de já ter passado por muitos partidos é mais previsível.

  2. Tucanalhas como terceira via? Faz-me gargalhar! Os arautos da terceira via, com saudades das tetas perdidas (harmonia em os poderes), sabem que acabarão votando no candidato do crime organizado (PT + PSDB + STF e seus puxadinhos) em 2022. Neste momento, tentam “puxar” votos dos eleitores do verde-amarelo (Bolsonaro).

    • Fala sério, Bussunda. É bonito isso, Lilico ? Que país é este, Renato Russo ? E de que adiantaria uma “terceira via” do mais dos me$mo$, puxadinhos do Lula e do Bolsonaro ? NÃO HÁ COMO LIBERTAR A POLÍTICA, O PAÍS E O POVO, das garras do sistema podre, bandido, e seus tentáculos, velhaco$, e das sete ditaduras que dão proteção ao dito-cujo, tipo cortina de ferro (econômica, midiática, partidária, militar, sindical, criminal e miliciana), senão pela DEMOCRACIA DIRETA COM MERITOCRACIA, como proponho com a RPL-PNBC-DD-ME, o megaprojeto novo e alternativo de política e de nação, o novo caminho para o novo Brasil de verdade, porque evoluir é preciso. TAÍ mais uma comprovação daquilo que tenho dito há mais de 20 anos: a Democracia Direta, com Meritocracia, é a nossa libertação pela redenção da política, do Brasil e do povo brasileiro, capturados desde o berço por psicopatas loucos por dinheiro, poder, vantagens e privilégios, sem limite$, à moda todos os bônus para ele$ e o resto que se dane com os ônus, capazes de tudo e qualquer coisa para lograrem os seus intento$ inconfessáveis, os quais representam apenas a tal “Burguesia que Fede”, segundo Cazuza, que poupou da sua condenação musical os bons burgueses. https://www.brasil247.com/economia/andre-esteves-diz-estar-inconformado-com-a-repercussao-de-seu-audio-em-que-ele-fala-como-dono-do-brasil-e-de-bolsonaro?fbclid=IwAR0NXfsX9Fb-8FUNYRkp3ZQr4s3YbXr31MQt1y3uYVCzltszc-nM0NfWJs0

  3. Simon,Velho,e conhecido diversionista.

    Simon,sempre foi rejeitado dentro do MDB, só foi ministro graças ao Dr° Ulisses.

    Ora ora,ora,
    Único candidato que reúne condições de enfrentar Bolsonaro e o Lulapetismo, é CIRO GOMES,tem um percentual de votos.

    CIRO, é único que apresenta projetos de reestruturação estrutural.

  4. Contra fatos não há argumentos. Ciro foi o melhor prefeito de Fortaleza e o melhor governador que o Ceará já teve. Também fiquei muito impressionado com as ideias de Mandetta. Fiquei muito feliz com a possibilidade de Bolsonaro desistir de tentar se reeleger e candidatar-se a um outro cargo. Seria bom para ele e melhor para o Brasil. Mas, não se iludam: se chegarmos a um segundo turno entre Bolsonaro e Lula, VOTAREI NO LULA COM CERTEZA !!!

  5. Se desarrear a canga e tirar o cabresto, este mulo do sertão deve chegar em penúltimo ainda…
    Só ganha do tal Cabo do Monte das Oliveiras…
    Credo!

  6. Continua o mesmo: honesto, sem papas na língua, desancou o Collor em pronunciamento em uma Sessão do Senado que deixou o Collorido espritado, como se diz aqui no meu Nordeste de açucar.

  7. Discurso bonitinho,mas,sem vergonha.

    Era muito amiguinhos dos anões do orçamento..

    Ficou com inveja do BRIZOLA,qd° do acordo do CIAC-RJ, Embraer.
    Não teve dúvidas,se alinhou com os Marinhos,PT,MDB,e detonou Collor..

    História ainda fará jus ao jovem líder Alagoano.

  8. Aí pessoal do Tribuna da Internet!

    Ficaram sabendo que os tais “tiros” no trending topics de ontem dizendo “#Sergio Moro presidente2022” vieram em sua maioria do Texas (Titio Sam), e nessa área do Texas é uma área militar?

    Vocês do Tribuna da Internet vão continuar colocando o traidor Sergio Moro como herói, ou irão abrir os olhos antes que se decepcionem outra vez com mais um traidor da Nação Brasileira como Bozo-Paulo Guedes?

  9. A proposta do tucano paulista é muito falsa, duvido muito que os demais candidatos se deem as mãos quando o Moro aparecer na frente das pesquisas. Macacos velhos como o cangaCiro não vão aceitar serem segundos do Moro, sendo que este até agora é a melhor aposta. O Dória sabe que não consegue nada, que vai passar vergonha e aí arrumou uma ótima forma de não sair tão chamuscado de mais este fracasso tucano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *