Zelaya, o insensato

O ex-presidente de Honduras afirmou ainda agora: “No fim de semana, voltarei ao meu país como presidente”. Primeiro falou: “Voltarei em 48 horas”, não voltou, foi aumentando o prazo.

Hoje, às 10 da manhã, garantiu: “Não há mais negociação, volto e reassumo”.

Muitos acreditam que não tem coragem para voltar. Quanto a reassumir, só se for num cemitério com milhares de mortos, ou então no que se chama “banho de sangue”.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *