Delfim mentiu na GloboNews, ao dizer que foi o criador da Zona Franca de Manaus

Resultado de imagem para albuquerque lima general

O ministro Albuquerque Lima foi criador da ZFM

Fernando Luiz de Albuquerque Lima

Peço licença aqui para falar, sucintamente, de uma mentira que o ex-ministro e ex-deputado federal Delfim Netto disse no programa Painel, da GloboNews, que vi ontem, domingo. Com a desfaçatez que lhe é própria, o Delfim disse que ele foi o criador da Zona Franca de Manaus. Mentira! Delfim e Hélio Beltrão, que eram ministros, se posicionaram contra a implantação da ZFM.

Na verdade, quem criou a Zona Franca de Manaus foi o general Afonso de Albuquerque Lima, meu pai, que na época era ministro do Interior no governo Castelo Branco. Este fato há de ser lembrado, por ser da maior importância para região, sob todos os aspectos – econômico, social, financeiro, de integração da Amazônia etc.

TELEFONEMA – Telefonei para a GloboNews hoje, disse que o Delfim é um mentiroso, e que gostaria que ele ouvisse a gravação do meu telefonema, pois tudo é gravado naquela pocilga, globo lixo.

Como sabemos, a globo lixo não vai fazer nada, muito menos, desmentir o Delfim, que é um sem caráter, mas inteligente. Falar a verdade, não é o forte dele, nem da globo lixo.

Fica o registro, em nome da Verdade, e da memória do meu pai, um excepcional brasileiro, que lutou pelo Brasil, na campanha da Itália, desde o começo até o fim da guerra, e em todas as vezes que foram necessárias pelo interesse nacional.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Albuquerque Lima foi um dos melhores ministros do governo Costa e Silva. Demitiu-se porque não concordava com a política econômica de Delfim Neto (Fazenda) e Hélio Beltrão (Planejamento). Em 1969 era o preferido pelas Forças Armadas para presidir o país. Na undécima hora, deixou de assumir porque alegaram que ele tinha apenas três estrelas, mas na verdade ele deixou de chefiar a revolução porque era um homem de caráter, que não aceitava torturas nem perseguição a militares que não apoiaram o golpe de 1964 e até pretendia que alguns deles integrassem seu governo, com o coronel Francisco Boaventura, com quem o editor da TI teve a honra de trabalhar naqueles anos de chumbo, na Editora Guavira. O general Albuquerque teria sido um presidente realmente democrata.  (C.N.)  

24 thoughts on “Delfim mentiu na GloboNews, ao dizer que foi o criador da Zona Franca de Manaus

    • CN, obrigado pelo destaque dado ao que escrevi sobre o meu pai.
      Apenas, retifico que ele foi Ministro no Governo do Presidente Costa e Silva , e o meu nome é Fernando Luiz.
      Obrigado a todos pelas referências ao meu pai.
      A Zona Franca de Manaus, foi, é, e continuará a ser de importância estratégica para a região, importância maior quando forem integradas as regiões de Manaus, Santarem e Belém, como está no planejamento estratégico deste governo.

      • Desculpe a nossa falha, Fernando Luiz, sempre tive muita admiração por seu pai. Como escrevo muito, sem tempo para fazer consultar, acabo cometendo erros. A meu ver, se não houvesse a Zona Franca, a Amazônia teria um desenvolvimento muito inferior.

        Obrigado pela correção.

        Abs.

        CN

      • Boa noite. Meu nome é Caio e estou fazendo um trabalho de dissertação sobre a proposta de Reforma Agrária pretendida pelo general Albuquerque lima. Seria de grande valia a contribuição do senhor Fernando.
        Meu email é litlecaio@gmail.com

  1. A turma bolsonarista segue passando pano para Jair, que tenta falsear a história, chamando os anos de chumbo de revolução, condescendendo com a tortura, ao trata-la como “excessos”.

    A que se deve toda essa adesão? convicção não pode ser. loucura? corporativismo? oportunismo?

    Sigo na esperança que a turma bolsonarista encontre a lucidez, antes que o arbítrio crescente trague a todos, sem distinção, inclusive aos bolsonaristas.

    • Alex, provavelmente vc deve ter menos de 40 anos e não viveu aqueles tempos, e só houve bobagens que lhe contam, te contaram que os canhotos vermes vermelhos bandidos ladrões também torturavam os seus seguidores otários?

  2. Em 1969, a votação nos quartéis foi avassaladora a favor do general Afonso Albuquerque e Lima, no entanto, os generais de quatro estrelas vetaram o general Albuquerque, que só tinha três estrelas, sob o argumento de que não poderiam bater continência para um militar de patente inferior.
    Quase 50 anos depois, agora em 2019, o castigo chegou, pois os generais estão batendo continência para um capitão, que além de tudo demite a seu bel prazer os generais que contrariam as teses do chefe supremo, de patente inferior. É a vida dando lição para todos nós, lenta é verdade, mais chegou. Nem sempre as coisas acontecem, no tempo que queremos, mais no que é possível. Felizmente estamos vivos para comprovar a lição da política.
    Na sucessão do general presidente, Ernesto Geisel, despontava seu chefe de gabinete, o general Hugo de Abreu, de quatro estrelas, que tinha acabado de desmontar uma tentativa de golpe, oriunda do Forte Apache contra o general presidente, se cacifando para a vaga de sucessor de Geisel. No entanto, o ditador de plantão, um militar luterano e nacionalista, já tinha escolhido o chefe do SNI( Serviço Nacional de Informações), o general de três estrelas, João Batista de Figueiredo. Que imediatamente foi agraciado com a quarta estrela. Quando saiu a fumaça branca com o escolhido do presidente, o general Hugo de Abreu foi caroneado e passou para a reserva amargurado. Escreveu o histórico livro ” O outro lado do Poder” contando os bastidores do episódio, que o defenestrou, não importando sua lealdade ao presidente.
    Me recuso a contar os passos seguintes, em respeito a dor da família do general.
    Cumpre salientar, que João Figueiredo se tornou uma surpresa, pois anistiou os exilados, que voltaram ao país e convocou eleições gerais para os governos estaduais, abrindo o país para o regime democrático de direito.
    Nem sempre as coisas da vida acontecem como planejamos.

    • Caro mestre Roberto Nascimento.

      Forte Apache que senhor fala,é o movimento do General Sílvio Frota,com apoio da Rádio e Jornal do Brasil,queria ser Presidente…

      Mas,Golbery Coutt Silva,não o queria…

      Pois,era do outro grupo…
      O grupo do Castelo,não queria compor com o grupo do Costa e Silva..

      E assim,perdurou,até a bomba do Rio centro…

      É o que é,tem muitos escribas,tem muito quê contar a verdade…

      Dê preferência,sem maquiagem..

  3. Não é isso, caro Jaburu, é uma questão de justiça e de verdade, além de revelar o caráter (ou falta dele) do inteligente professor Delfim.

  4. Então pela primeira vez o Delfim deu uma bola dentro, sendo contra a criação da ZFM?? Bom saber.

    Torrar bilhões para levar indústria pro meio da floresta, longe do necessário básico e longe do destino dos produtos é uma idéia tola.

    Por sorte o governo atual tem a correta visão sobre o local, e vai parar de penalizar todo o resto do país em prol dessa aberração artificial.

    • Você não sabe e não conhece a realidade. Falo como economista , e com formação em finanças, na FGV e PUC.
      Já disse antes: está no planejamento estratégico do atual governo, ampliar a ZFM, para Santarem e Belém.
      Pesquise para saber mais.

    • Que babaquice!!!
      Antes da revolução de 64 Manaus era uma cidadezinha que só tinha de importante o Teatro Amazonas, construído na época de Ouro da borracha. Quem ver a capital amazonense hoje não tem a menor ideia do vilarejo que era antes da criação da Zona Franca de Manaus !!!

  5. Aos amigos, chefe maior e ao Fernando Luiz, com os devidos respeitos, confesso saber muito pouco da ZFM.
    Nos últimos tres anos, estive por duas vezes em manaus, mas não tive a oportunidade de conhecer nada da ZFM.
    Assim, fiz uma pesquisa rápida e encontrei duas informações interessantes, que abaixo passo:
    – “A Zona Franca de Manaus ou Polo Industrial de Manaus é uma zona industrial na cidade de Manaus, no Brasil. Foi criada pelo decreto-lei número 3.173 de 6 de junho de 1957 e aprimorada dez anos depois, pelo decreto-lei 288 de 28 de fevereiro de 1967, substituindo a lei anterior.”
    – “A Zona Franca de Manaus (ZFM) foi idealizada pelo Deputado Federal Francisco Pereira da Silva e criada pela Lei Nº 3.173 de 06 de junho de 1957, como Porto Livre.”

    Pela importância do que representou e poderá representar a ZFM, quem puder, me dê luz!

    Um fraterno abraço em todos.
    Fallavena

  6. A Zona Franca de Manaus é vital para a região.
    Econômica, financeiramente, socialmente, pela geração de empregos, de renda, para o meio ambiente. Vital.
    O atual governo, para quem não sabe, tem no seu planejamento estratégico, integrar, mais ainda, a ZFM com a área de Santarem e Belém.
    Complemento:
    O General Albuquerque Lima, com o professor Wilson Choeri, e o Coronel Mauro Costa Rodrigues, criaram, também , o Projeto Rondon: “ Integrar, para não entregar “.

  7. Delfim sendo Delfim. O economista que deixou o país na bancarrota, fazendo uma dívida externa em dólares enorme. Tem também a história da embaixada. Deveria estar recolhido ao seu lugar, só tem gogó este senhor e gogó mentiroso.

  8. Caro Falavenna,tens razão,no papel foi Deputado Francisco Pereira.

    Na prática,quem arregaçou a camisa,foi o culto e íntegro General Albuquerque Lima.

    Em relação ao gordo farsante,antes de 64,andava de mãos dadas com a Maria da Conceição, pregando o comunismo nos diretórios acadêmicos.

  9. Andei assistindo uma entrevista de Ulisses Guimarães, salvo engano, no programa Roda Viva.
    Achei interessante quando ele disse que, se presidente fosse, nunca indicaria um burocrata economista para cuidar das finanças do país.
    Citou alguns países desenvolvidos, que faz exatamente assim, não coloca economista para cuidar da economia, só colocam políticos.

    Diz ele, o burocrata da área, não está nem um pouco preocupado, se vai acertar ou não. Errando, sera substituído por outro, e o barco continua.
    Quanto ao político, se preocupa em fazer certo, por que se errar, vai pra cucuia.

    Teoricamente é isto, embora no nosso país, como sempre, tudo seja diferente…..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *